Valdemar Ferreira Ribeiro
...Navegando  nos Mares  do  Sul  ...  Observando  o  Norte
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



SUICIDIO - DESCONTROLE INCONSCIENTE DA PERSONALIDADE

Na Suécia , em meados do século XX , ver um homem negro era uma visão rara e exótica.

Assim, quando alguns homens negros começaram a viver naquele espaço do norte europeu , sua chegada foi encarada com interesse e curiosidade .

As mulheres negras africanas, na maioria, só no fim do século XX assumiram uma postura menos submissa e mais independente e começaram a viajar mais .

Naquele espaço europeu a chegada de homens negros despertou uma certa sensualidade nas mentes femininas .

Alguns desses homens que chegavam ali eram artistas musicais e um deles tinha uma namorada sueca de 16 anos de idade mas ele , em certa ocasião , decidiu terminar com aquele namoro .

A moça sueca não aceitou o fim de relação amorosa e passou a perseguir o artista ameaçando-o de diferentes maneiras e como isso não resultou decidiu então ameaçar com o seu suicídio .

Após algum tempo, como as ameaças não surtiram efeito a moça decidiu o suicídio e afogou-se no rio que passava na cidade .

Este era apenas mais um caso frequente de suicídio de jovens naquele país europeu, nação que está na vanguarda do desenvolvimento social e económico .

Em Portugal, no inicio de 1996, três jovens pularam juntos de uma ponte alta deixando uma mensagem lacónica à cerca de seu gesto .

Casos de suicídio voluntário de jovens e adultos há por toda aparte principalmente em países ditos tecnológicos como também em países em guerra tais como na palestina e no norte de África e até na Ásia com os chamados "homens/mulheres bomba" .

Há diferentes motivos para uma decisão de suicídio : - decepções amorosas , falta de carinho e compreensão familiar falta de objectivos de vida , violência contra os jovens, drogas, stress urbano, motivos financeiros etc...

Nos casos da Suécia e Portugal, uma das razões que levam os jovens ao suicídio está no "modus vivendi", pouco habituados às dificuldades e desafios da vida no dia a dia e qualquer pequena contrariedade é motivo suficiente para um descontrole da personalidade .

Mas porquê esses jovens, no caso de Portugal e Suécia - têm uma vida aparentemente com poucas dificuldades tanto a nível econômico como social pois em seus países existem estruturas governamentais e privadas que prestam boa assistência social e as famílias muitas vezes pertencem a classes de bom nível econômico e talvez até sejam famílias sem grandes conflitos emocionais, tomam decisões de suicídio demonstrando que suas mentes estão em desequilíbrio e perderam o sentido da vida ?

O estado e as organizações desportistas , de lazer e outras,  nos países tecnológicos e nos países ditos socialistas ou ex socialistas assumiram um papel de custódia quase permanente dos jovens.

Nestes países, as famílias, os políticos, as escolas, as organizações religiosas e uma grande parte da sociedade assim o solicitaram por razões óbvias de comodismo , razões econômicas, violência familiar, falta de tempo para atender às necessidades psíquicas dos jovens , falta de formação e capacidade dos próprios adultos e pais , falta de horizontes por parte dos adultos para ajudar os jovens na construção de uma vida mais criativa etc...

Os adultos justificam a custódia do tempo dos jovens por parte de certas instituições estatais ou privadas dizendo que se não tiverem seus tempos livres ocupados , sem importar o tipo de ocupação , caem em vícios extremados tais como as drogas , banditismo , suicídio , sexo , etc. , e assim procuram ocupar os tempos livres dos jovens em actividades cuja mente é pouco exigida .

Por vezes, os jovens são entretidos em actividades que pouco levam à reflexão profunda até porque a sociedade , no global , não tem esse tipo de preocupação .

Essa ocupação dos tempos livres dos jovens muitas vezes serve apenas para "passar o tempo" .

O tempo que um ser humano dispõe aqui nesta vida é muito curto e "passar o tempo" representa um desperdício do mesmo pois a vida deve ser vivida na sua máxima capacidade criativa e ajudar os jovens a reflectirem sobre a vida é muito importante para o desenvolvimento da inteligência e na construção de uma personalidade consciente equilibrada .
Valdemar Ribeiro
Enviado por Valdemar Ribeiro em 09/08/2010
Alterado em 19/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar autoria de Valdemar Ferreira Ribeiro e o site www.valdemarferreiraribeiro.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.