Valdemar Ferreira Ribeiro
...Navegando  nos Mares  do  Sul  ...  Observando  o  Norte
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

QUEM SABE FAZ A HORA EM PORTUGAL E NA " CPLP "

OUTUBRO DE 2011

O Governo em Portugal está a ser obrigado a tomar medidas económicas , financeiras e sociais difíceis .

Desde há dezenas de anos , alguns portugueses já tinham percepcionado e alertado que o caminho económico que Portugal desenvolvia nos últimos anos não era o melhor pois incentivou-se muito rapidamente um consumismo exagerado e com desperdícios .

Com certeza que não é preciso ser muito inteligente para intuir , já nem dizemos instruir-se , que o consumismo exagerado e com desperdícios não é desenvolvimento sustentado .

Portugal deixou de beneficiar-se com a exploração do Brasil antes do século dezoito/dezenove , deixou de beneficiar-se com a exploração dos Colónias Africanas antes de 1975 , as remessas financeiras dos emigrantes que vinham todas para os bancos portugueses estabelecidos no continente e que beneficiavam naturalmente o Governo acabaram-se e por último , os financiamentos aparentemente fáceis da Europa também deixaram de vir .

A Europa agora cobra um preço alto à “maior parte” dos portugueses , tenham ou não participado nesse banquete de muita fartura , desperdícios e muitas ganâncias .

Sorte de Portugal que o Brasil e as ex-colónias Africanas até agora não se juntaram à Europa para cobrarem valores financeiros que moral e juridicamente talvez tenham direito .

Pelo contrário , o Brasil e as ex-colónias africanas , principalmente Angola , têm colaborado com Portugal no bom sentido e irmãmente .

A África do Sul , quando fez a guerra em Angola , destruiu a maior parte das estradas e muitas outras infra-estruturas angolanas e por causa disso deveria pagar um valor financeiro a Angola por ter invadido e destruído um outro país sem ser convidada .

Como fazer agora ? O que fazer ?

É claro que vai ser necessário mudar hábitos e modos de vida , vai ser necessário voltar a alguns hábitos e modos de vida anteriores a tudo isto e que são bons e sustentáveis e vai ser necessário aprender e construir novos modelos de vida e nisso os países Nórdicos poderão ser bons exemplos , em muitas aspetos .

PODE-SE E DEVE-SE ANALISAR COM MUITA ACUIDADE O CASO DA SAÚDE EM PORTUGAL .

Há gastos enormes na saúde em Portugal e uma parte desses gastos são desperdícios .
Por quê o Governo não investe rapidamente na prevenção da saúde física e mental dos portugueses e que é um caminho mais rápido , menos dispendioso e mais saudável e interessante ?

Por quê o Governo não incentiva a criação de Ginásios , Academias de Ginástica , e outras Instituições de saúde física e mental em todos os bairros de Portugal aonde as pessoas , jovens e adultos , criem o excelente hábito , desde a tenra idade até à idade mais madura , de cultivarem a saúde de seus corpos e suas mentes ?

Estes hábitos teem de ser criados desde a tenra idade senão o corpo fica preguiçoso e manda na mente , tornando-a também preguiçosa

Isso criaria um nível de bem estar e satisfação pessoal muito alto , eliminaria muitas das doenças físicas e mentais , permitiria um modo de estar na vida mais positivo e , como resultado desta saúde física e mental , haveriam menos pessoas nos hospitais e nos centros de saúde e haveriam mais pessoas , jovens e idosas , mais felizes e em harmonia consigo mesmo e com o mundo .

Bastaria ao Governo convocar todos os professores de ginástica e outros profissionais ligados de alguma maneira ao desenvolvimento saudável corporal e mental , gerar incentivos financeiros de maneira a construírem-se Academias de ginástica , Ginásios e outras Instituições de Saúde , todos privados , e todos os portugueses serem convocados para cuidarem melhor de seus corpos e suas mentes .

Em paralelo , o Governo incentivaria a criação de mais empresas que construam os equipamentos e máquinas e outras necessidades para estas atividades .

O Governo também deveria incentivar as Câmaras e Freguesias a criarem ciclovias em todos as aldeias , vilas e cidades de maneira a que os cidadãos se interessem mais pelo uso de transportes alternativos e principalmente o uso de bicicletas , como já existe na maior parte dos países nórdicos .

O uso da bicicleta é um meio alternativo que ajuda a melhorar a saúde além da poluição e outros aspetos muito importantes da vida e desenvolve o turismo .

Deveria haver incentivos para a criação de mais empresas que criem estes tipos de transportes alternativos .

Por outro lado , O Governo deveria incentivar mais as Câmaras e Freguesias , para o desenvolvimento de atividades culturais , durante todo o ano , na medida possível , tais como teatro , musica , artes plásticas , danças , festivais , desportos , etc .

Olhando-se para o Alentejo e Algarve , veem-se muitas aldeias e vilas com estruturas físicas funcionais , clima excelente e um povo capaz , que poderiam desenvolver durante quase todo o ano diferentes atividades culturais e até fisicas que certamente poderiam desenvolver o turismo e atrairiam não só os povos do norte da Europa , como também os povos do Brasil , América , África e Ásia que muito apreciariam visitar estas aldeias originais belíssimas e vilas portuguesas durante o ano inteiro pois o clima destas regiões permite isso .

Os europeus do norte já hoje visitam o sul de Portugal para evitarem os climas frios de suas terras .
Valdemar Ribeiro
Enviado por Valdemar Ribeiro em 31/10/2011
Alterado em 09/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar autoria de Valdemar Ferreira Ribeiro e o site www.valdemarferreiraribeiro.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.